Meu momento

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Dia do Eu Mereço!

Quem nessa vida nunca teve o "Dia do Eu Mereço"? Seja qual nome for, Dia de Rainha, Dia de Princesa...

Desde que me entendo por gente, eu sempre tive o Dia do Eu Mereço. Pra mim é engraçado, pois até mesmo depois que me casei, sempre tive este dia. Até mesmo meu ex sabia que era o meu dia, aquele dia que eu tirava pra me cuidar: ir no salão e fazer aquele check-up total. Se sobrasse alguma graninha, me dava ao direito de até sair com algumas sacolas do shopping.

Neste sábado, eu tive o meu dia. Confesso que estava precisando disso. Minha auto-estima não estava lá essas coisas e eu precisava fazer alguma coisa.

Me dei ao direito de ser mulher, ser menina, ser eu e ser todas ao mesmo tempo. Aliás, me dei o direito de ficar LOIRA! Acreditam nisso??? Nem eu...

Mas teve uma conotação diferente dessa vez. Lembro que meu ex-husband vivia me falando pra eu colocar umas mechinhas loiras no cabelo, porque ele me conheceu assim e ficava linda. Mas com esse negócio de gravidez, abolimos a química de qualquer natureza do organismo e nunca levei o pedido dele à sério.

Depois que eu fiz e fiquei toda "iluminada", percebi que se tivesse feito na época que havia pedido, teria feito por ele e não pra mim. E dessa vez, eu fiz por mim e pra ele. Perceberam a sutileza das intenções?

E nesse dia, no dia do "Eu Mereço", é o dia que eu mereço ser feliz!

Mas o melhor foi chegar em casa e meu filhote falar pra mim: "Mamãe, gostei do seu cabelo..."

Isso, não tem preço!

P.S.: Sem contar que até agora, a opinião masculina dos colegas de trabalho estão unânimes. Todos dizem que ficou bom! As opiniões femininas é totalmente dispensável. Entra na dispersão...rsrs

9 Cométários que me fizeram feliz!:

Tania Pimenta disse...

Flávia, nada melhor do q uma boa repaginada no look para ajudar no dia-a-dia... gostei muito daqui e vou voltar mais vezes.
Lindos os posts sobre seu filhote.
Quando quiser me visite nos meus blogs http://blogandoarte,blogspot.com
http://mevendoasavessas.blogspot.com
Beijins e prazer em te conhecer

Cris de Bourbon disse...

Ah, queremos ver! Poe uma foto pra gente opinar também. Eu chamo esse dia de 'dia de salão', rs. E sempre com algumas amigas juntas.

Você merece!

Marsyah disse...

Eu chamo esse dia de "Dia de Princesa". É bom, né.

Agora, que faltou uma foto, faltou.
Fiquei curiosíssima pra ver o visu novo.

Bjux!

LiLi disse...

Oii
achei seu blog na busca do google e vim visitar
me emocionei com sua história, seus filhinhos são lindos!
torço muito pra q vc encontre logo o seu caminho, e que as coisas boas caiam sobre vc
Beijão

SGi/Sonia disse...

Eu quero ver!!!!!!!
Sabe que só agora vi que você tá aqui pertinho????
ôxi...
Pena que dessa vez vim pra cá de avião senão dava uma paradinha em Goiania pra comer pamonha(amo a de sal!) e te dar aquele abraço pessoalmente:)
Quero uma foto bem feliz(e grande) de cabelo novo hein?

Beijins

Marina String disse...

Tb quero ver fotinhas,tô curiosa!!!
Flávia,adorei sua visita no meu blog.Amigas agora,hein?beijocas!!

Éri disse...

Flávia, que coisa menina, comigo tb foi a mesma coisa! Meu ex vivia pedindo pra eu fazer luzes e sempre deixava pra depois, assim que me separei, fiz, mas fiz por mim!!! Sutil, mas definitivamente importante!!! Olha que legal esse texto:
Depois de um bom tempo dizendo que eu era a mulher da vida dele, um belo dia eu recebo um e-mail dizendo 'olha, não dá mais'.
Tá certo que a gente tava quase se matando e que o namoro já tinha acabado mesmo, mas não se termina nenhuma história de amor (e eu ainda o amava muito) com um e-mail, não é mesmo?
Liguei pra tentar conversar e terminar tudo decentemente e ele respondeu 'mas agora eu to comendo um lanche com amigos'.
Enfim, fiquei pra morrer algumas semanas até que decidi que precisava ser uma mulher melhor para ele.
Quem sabe eu ficando mais bonita, mais equilibrada ou mais inteligente, ele não voltava pra mim? Foi assim que me matriculei simultaneamente numa academia de ginástica, num centro budista e em um curso de cinema.
Nos meses que se seguiram eu me tornei dos seres mais malhados, calmos, espiritualizados e cinéfilos do planeta.
E sabe o que aconteceu? Nada, absolutamente nada, ele continuou não lembrando que eu existia.
Aí achei que isso não podia ficar assim, de jeito nenhum, eu precisava ser ainda melhor pra ele, sim, ele tinha que voltar pra mim de qualquer jeito.
Decidi ser uma mulher mais feliz, afinal, quando você é feliz com você mesma, você não põe toda a sua felicidade no outro e tudo fica mais leve. Pra isso, larguei de vez a propaganda, que eu não suportava mais, e resolvi me empenhar na carreira de escritora, participei de vários livros, terminei meu próprio livro, ganhei novas colunas em revistas, quintupliquei o número de leitores do meu site e nada aconteceu.
Mas eu sou taurina com ascendente em áries, lua em gêmeos e filha única! Eu não desisto fácil assim de um amor, e então resolvi que eu tinha que ser uma super ultra mulher para ele, só assim ele voltaria pra mim.
Foi então que passei 35 dias na Europa, exclusivamente em minha companhia, conhecendo lugares geniais, controlando meu pânico em estar sozinha e longe de casa, me tornando mais culta e vivida.
Voltei de viagem e tchân, tchân, tchân, tchân: nem sinal de vida.
Comecei um documentário com um grande amigo, aprendi a fazer strip, cortei meu cabelo 145 vezes, aumentei a terapia, li mais uns 30 livros, ajudei os pobres, rezei pra Santo Antonio umas 1.000 vezes, torrei no sol, fiz milhares de cursos de roteiro, astrologia e história, aprendi a nadar, me apaixonei por praia, comprei todasas roupas mais lindas de Paris. Como última cartada para ser a melhor mulher do planeta, eu resolvi ir morar sozinha.
Aluguei um apartamento charmoso, decorei tudo brilhantemente, chamei amigos para a inauguração, servi bom vinho e comidinhas feitas, claro, por mim, que também finalmente aprendi a cozinhar.
Resultado disso tudo: silêncio absoluto.
O tempo passou, eu continuei acordando e indo dormir todos os dias querendo ser mais feliz para ele, mais bonita para ele, mais mulher para ele. Até que algo sensacional aconteceu.
Um belo dia eu acordei tão bonita, tão feliz, tão realizada, tão mulher que eu acabei me tornando mulher demais para ele.
Pra ele? Ele quem mesmo?

Acho que é por aí!
Beijos

Nina disse...

gente, que lindo o texto que e Eri colocou aqui. Demais mesmo! amei. só faltou dizer de quem era a autoria. tem um pouco de varias mulheres ali né?

Carlinha disse...

Adorei o texto da Eri...Genial! E é feito pra vc Flavinha!
Quero ver como ficou o cabelo,viu?
beijos

 
Iniciando Ciclos. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino